IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Biografias – Gente da Vila
Rio, 5/11/2011
 

Zeny da Silva Ferreira

Zeny da Silva Ferreira nasceu no município de Anta (próximo de Três Rios e Paraíba do Sul), filha de Samuel e Dagmar. Seus pais eram metodistas da igreja de Anta. E antes deles, a avó Ismênia, a “vó Dota”.

Algum tempo depois de ficar viúva, a avó Ismênia contraiu novas núpcias com o Sr. Galileu Machado Braga, que também se casava pela 2ª vez, e de cujo casamento nasceu o Ercy Teixeira Braga (que tornou-se pastor metodista), irmão por parte de mãe do Samuel e por parte de pai da nossa saudosa Dyla Braga. Ismênia vendeu a fazenda em Anta e veio morar aqui no Rio de Janeiro, no bairro do Grajaú, e tornou-se membro da Igreja Metodista de Vila Isabel onde Galileu congregava. Zeny e os pais foram morar na cidade de Anta.

Quando a Zeny fez 15 anos de idade a avó a trouxe de Anta para morar com ela e estu-dar no Rio de Janeiro. Mas Zeny logo voltou para Anta, pois sentiu uma grande saudade da família. Retornou definitivamente pra casa da avó e do Sr. Galileu aos 17 anos. Galileu tor-nou-se o avô “emprestado”. Foi assim que Zeny acabou metodista de Vila Isabel, tornando-se membro da Igreja em 5 de janeiro de 1964, quando fez sua pública profissão de fé, ou como alguns gostam de dizer, “fez sua Confirmação”.

Numa das vindas para a Igreja conheceu o carioca Walter dentro do bonde. Ficaram e-namorados. E coube ao avô Galileu dar a autorização para namorar. O Walter era irmão de nossa saudosa Elvira Leite, esposa do também saudoso Ernani, que eram pessoas muito queridas em nossa Igreja. E isso não apenas contou muito, mas foi o fator decisivo.

Depois de 5 anos de namoro e noivado Zeny e Walter se casaram aqui na Igreja Meto-dista de Vila Isabel em 23 de novembro de 1967. E desse casamento nasceram os 3 filhos: Maurício, Alexandre e Deise. Todos foram batizados aqui em nossa Igreja. O filho Alexandre casou-se com a Márcia Denise, filha da Jandira e do saudoso Pastor Eugênio, e deram a ela o único neto até agora: o Vinícius. O Maurício é membro da Assembléia de Deus de Campo Grande. E a Deise é uma filha que tem os valores cristãos em sua vida.

Zeny sempre participou assiduamente da igreja, nos cultos, na Escola Dominical e na Sociedade de Mulheres. Participava do grupo de mulheres que semanalmente fazia visitas no Hospital das Pioneiras, onde hoje funciona o Hospital do Inca, Vila Isabel. Também durante muitos anos realizava um culto às 5ªs-feiras à tarde na casa do Walter e da Celina Lo-pes. Celina teve de amputar uma perna e por algum tempo deixou de vir à Igreja. “Se a Celi-na, uma amiga tão querida e tão ativa na Igreja, não estava podendo vir aos cultos e reuniões, a Igreja subiria o Morro dos Macacos para celebrar o culto com a Celina. Walter foi um esposo maravilhoso para a Celina. Não demorou e o Walter fazia um esforço enorme para trazer a Celina à Igreja. Era muito difícil descer e subir os caminhos estreitos e escadarias do Morro dos Macacos com a Celina numa cadeira de rodas. Mas ele trazia a Celina tanto nas reuniões da Sociedade de Mulheres às 3ªs-feiras e quanto aos cultos nos domingos pela ma-nhã. E mesmo quando Celina vinha à igreja a gente ia celebrar o culto na casa dela nas 5ªs-feiras. O culto só parou quando a Celina faleceu. E foi curioso como logo após o falecimento da Celina, não demorou, e o Walter também faleceu”.

Passados tantos anos desde sua chegada à Vila Isabel, Zeny continua assídua aos cul-tos dominicais e às reuniões da Sociedade de Mulheres. E nós continuamos felizes com a companhia dessa irmã tão querida.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.