IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Biografias – Gente da Vila
Rio, 5/11/2011
 

Rhódia Machado de Almeida

Rhódia Machado de Almeida é filha de Francisco Carlos e Maria Alves Machado. Nasceu em Itaperuna. Até os 7 anos freqüentava com os pais a igreja Casa de Oração (aquela em que as mulheres usam um véu na cabeça!) que ficava localizada na zona rural da cidade, em Barreiros, na fazenda dos Tinocos, os pais do nosso saudoso Hugo Tinoco (que foi esposo da Elza e membro de Vila Isabel), que Rhódia conheceu lá quando ainda eram crianças. “Era uma igreja rural onde congregavam mais ou menos umas 60 pessoas”.

Aos 7 anos mudou-se com a família para Carangola, MG, onde o pai, mecânico de máquinas agrícolas, foi trabalhar. Em Carangola a família passou a congregar numa igreja da mesma denominação a que pertenciam em Itaperuna. Quando tinha 10 anos a família, também por causa do trabalho do pai, mudou-se para Muriaé, MG. Ali, como não tinha igreja da denominação que pertenciam, passaram a participar da Igreja Metodista. Ficaram na Igreja a Dona Maria e as 5 filhas, pois infelizmente o pai nesse tempo afastou-se da Igreja.

Aos 15 anos Rhódia tornou-se membro da Igreja Metodista de Muriaé, recebida pelo saudoso Pastor José de Freitas, mais tarde um pastor querido de nossa I Região Eclesiástica (RJ)..

Numa viagem que fez ao Rio de Janeiro conheceu e enamorou-se do jovem José de Almeida Filho, o Zico, um policial federal, com quem se casou em 1952. Depois de casada veio residir no Rio de Janeiro, onde o esposo trabalhava. E passou a freqüentar a Igreja Metodista de Vila Isabel, apesar da contrariedade do esposo. E assim deixou de freqüentar a Igreja por algum tempo. Depois passou a vir esporadicamente, sem compromisso.

O marido foi transferido para o nordeste, onde a família residiu por 2 anos. E depois voltou a residir no bairro de Vila Isabel, no Rio. Foi quando voltou a participar ativamente da igreja. A decisão do retorno à igreja aconteceu porque o filho Antônio Augusto começou a frequentar ativamente a igreja. Acabou trazendo a mãe. Aconteceu também de reencontrar em Vila Isabel a família Dornellas, conhecida lá de Muriaé. “Uma família muito amiga, muito querida”. Tornou-se membro da Igreja de Vila Isabel em 1977, quando o pastor era o Rev. Ferdinando Coelho.

Desde então começou a participar do Coral Henrique Soares, cuja regente era a queridíssima irmã Hora Diniz. Começou a participar da Sociedade de Mulheres, onde trabalhou ativamente e onde coordenou um grupo de trabalho denominado “Grupo da Fé”.

Embora não tenha se tornado membro da Igreja, o esposo Zico passou a participar da Igreja Metodista de Vila Isabel algum tempo depois. “Ele nunca quis ir à Igreja. Mas num domingo eu inventei uma estratégia para levá-lo à igreja. Íamos à casa de uma amiga chamada Esmeralda. Mas eu disse ao Zico que eu precisava dar uma passadinha na Igreja para ouvir o Coral que louvaria a Deus no culto. Ele cedeu, entrou comigo na igreja e ficou maravilhado com o coral e com a pregação do pastor Ferdinando. Naquele domingo ficamos até o final do culto e nunca mais ele deixou de vir à Igreja comigo, até falecer em 2007. Tenho certeza que meu marido morreu salvo em Jesus”.

Rhódia é ativa na Igreja, tanto no Coral quanto na Sociedade de Mulheres. Também participa regularmente do grupo de discipulado de mulheres que acontece às 3ªs-feiras, das 13:30h às 14:30h.

“Deus foi generoso comigo e minha família! Tenho muito que louvar e engrandecer o nome do Senhor Jesus. E amo muito a minha igreja. Minha igreja me dá muito amor e alegrias. É maravilhoso pertencer a uma igreja como a Metodista de Vila Isabel!”

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.