IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Pastor e ministério pastoral
Rio, 24/10/2007
 

O Pastorshow e o Reverendo Pop (Ozéas da Silva Alvarenga)

ZZ Outros Colaboradores ZZ


 


Nos últimos anos, tem crescido no Brasil assustadoramente o número de igrejas evangélicas e tendas protestantes. Segundo o último censo, o número de evangélicos cresceu 80% em 4 anos; isso comprova que a palavra tem sido divulgada de maneira convincente e muitos corações têm se aproximado de Cristo.

Nas grandes capitais, é notório este crescimento, que, em muitos casos, prima-se pela divulgação da palavra de Deus, mas, em outros, é fruto das rinchas e brigas entre lideranças eclesiásticas. A responsabilidade de ser pastor ou líder espiritual é muito grande. A palavra PASTOR sempre soa diferente, até porque ele é alguém de destaque na igreja, e muitos acham que ser o pastor é ter notoriedade no meio. Segundo o Bispo Josué Adam Lazer, autor do livro Carisma do Ministério Pastoral, a palavra PASTOR vem do verbo grego POIMÈM, que quer dizer: Cuidador, Apascentador, Vigia, Conselheiro. Em ratificação, a pastora e professora Blanches de Paula afirma que o pastor “é aquele que não resolve problemas, mas que caminha com a ovelha em busca da solução daquele mal estar”.

São muitos os pastores de TV e Rádio, os quais por muitos são vistos como semideuses e aconselham, exortam, sem se quer conhecer ou saber quem está do outro lado. Não há sensibilidade em tratar de casos específicos e não se preocupam com resultados futuros, falam de dinheiro a cada minuto, e são marcados pela ambição estratégica. Os pastores de palco ditam moda, ignoram certos princípios e se dizem quase perfeitos, repudiando qualquer repreensão. Estes são conhecidos como: O Pastorshow ou Reverendo Pop. Estes são carismáticos, falam o que todo mundo gosta de ouvir, mas nunca têm tempo para atendimento de gabinete, quando sobem ao púlpito são ovacionados, mas, infelizmente são apenas profissionais da fé.

A Bíblia diz que teríamos grandes enganadores (Mt 24:11). Por isso, é plausível a nossa cautela, quando vemos igrejas cheias dizendo que não têm problemas. Em Éfeso, Paulo advertia o povo pelas falsas aparições pastorais, as quais até os dias atuais são saudáveis (Efésios 6:10). O verdadeiro modelo pastoral é Cristo, o qual nos convida a aprender dele e tê-lo como modelo. Ser pastor não é estar na inércia do meio, mas, estar inserido de maneira total e preocupada com o meio que se vive, não é estar no topo da hierarquia da igreja local, mas fazer de sua responsabilidade uma aliança de Amor e ensino comunitário. O pastor é aquele que antes de tudo, é preocupado com outro, e por meio dele Cristo se expressa facilmente.

Um abraço,

Ozéas da Silva Alvarenga

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.