IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Vida Cristã
Rio, 24/9/2008
 

Salvação (Ariovaldo Ramos)

ZZ Outros Colaboradores ZZ


 

Ortega y Gasset disse: "Eu sou eu nas minhas circunstâncias." Se ele esta certo, a salvação de um ser humano passa pelo resgate de seu contexto. Ou seja, a salvação duma pessoa, importa no câmbio de seu ambiente. Esse, me parece o significado mais profundo da oração: "Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra, como no céu." A salvação não se completará enquanto o ambiente não for renovado.

Então, um ser humano salvo é alguém que foi arrancado do inferno e teve o inferno arrancado dele, o que significa que triunfou sobre suas fraquezas, vícios, pecados, traumas; foi transformado em alguém semelhante a Jesus Cristo, tem os seus dons e talentos desenvolvidos, e onde exercitá-los com plena liberdade, é plenamente comunitário, desfruta de todos os direitos humanos em todas as áreas: espiritual, psicológica, econômico-financeira, educacional, profissional, social, política e profissional. Assim, salvação é ação social no sentido mais profundo.

Então, por onde Deus começa o que chamamos de salvação?

Quando a raça humana rompeu com Deus, rompeu consigo mesma, pois, "nele vivemos, e nos movemos, e existimos". Ao rompermos com Deus perdemos o "locus" da existência e, mais, perdemos o direito à existência. Quando fomos criados, o Criador, por coerência estava, moralmente, comprometido com a nossa sobrevivência, porém, quando o deixamos, devolvemo-lhe o privilégio à vida. Então, porque continuamos nela? Só pode ser por desejo do Senhor. Seria o desejo do Altíssimo motivo para infringir o princípio da justiça? Não, o seu caráter é imutável, logo, algo foi providenciado: "Sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo, conhecido, com efeito, antes da fundação do mundo, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós." (1Pe 1.18-20). O sacrifício de Cristo! E aconteceu antes da fundação do mundo. A Trindade sabia o tempo todo do passo que daríamos, e foi em frente mesmo assim. A criação foi uma ação social, uma vez que é produto da salvação, que deflagra a graça, que é comum a todos os homens, impedindo que sejamos dominados pela maldade, concedendo-nos prazer de viver: "O qual, nas gerações passadas, permitiu que todos os povos andassem nos seus próprios caminhos; contudo, não se deixou ficar sem testemunho de si mesmo, fazendo o bem, dando-vos do céu chuvas e estações frutíferas, enchendo o vosso coração de fartura e de alegria." (At 14.16,17). O que explica a presença de atributos divlnos - como: amor, amizade, senso do belo, senso de justiça - em pessoas que nem consideram Deus. A graça é especial em alguns, levando-os a ser habitação do Espírito Santo. A graça tornou possível a restauração de todas as coisas, a irrupção do novo céu e da nova terra. A qraça é Deus em ação social!

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.