IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Jesus
Rio, 13/4/2010
 

As 7 Palavras de Jesus na Cruz (Marcos Gomes torres)

ZZ Outros Colaboradores ZZ


 


1. “Mulher, eis aí teu filho” Jo 19. 26, “Eis aí tua mãe” Jo 19.27.

2. “Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso” Lc 23. 43 (Lugar de felicidade onde os justos esperam o juízo e a ressurreição Gn 2.8 – 3.24.).

3. “Tenho sede” Jo 19. 28.

4. “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” Lc 23. 34 (Isaias 53. 12, Atos 7. 60).

5. “Eloí, Eloí, lamá sabactâni? Que quer dizer: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” Mt 27. 46, Mc 15. 34 (textos paralelos: Sl 22. 1).

6. “Pai nas tuas mãos entrego o meu espírito!” Lc 23. 46 (cf. Sl 31. 5, At 7.59)

7. “Está consumado!” Jo 19. 30.

As expressões de Jesus na cruz segundo os quatro Evangelhos, fala-nos de modo direto e assim nos traz o desafio de trazermos à memória (cf. Lc 22.19), o quanto foi duro, difícil e sofredor, vivenciar como ser humano, assumindo nossa humanidade limitada diante do nosso pecado, que Jesus então finalmente o venceu (cf. 1 Coríntios 15.54-57), com sua morte e ressurreição.

No texto de Isaias 53, quando a profecia relata o ministério do “Servo Sofredor”, aponta para alguém que vai assumir o sofrimento do povo e dar esperança, Jesus assume esta condição pelo seu amor que é incondicional, e assim cumpre a profecia n´Ele (cf. Lc 4. 18-20).

Tudo isto Ele assumiu para nos conceder o perdão. Aqui nós temos que além dEle levar sobre si os nossos pecados, Ele também levou o de muitos. Colocou-se como intercessor pelos transgressores, ou seja, aqueles que O estavam crucificando.

Paulo ao escrever para os Romanos (cf. 5. 8), confirma esta posição que Deus demonstra seu amor para conosco, enviando seu Filho Unigênito, Primogênito, para morrer em nosso lugar, mesmo ainda sendo nós pecadores. Com esta decisão, além de nos oferecer o perdão, Ele também nos concede sermos parte da herança.

É importante nós reconhecermos tal GRAÇA para as nossas vidas, porque o PERDÃO de Deus, quando o alcançamos, deixamos de sermos inimigos de Deus, para sermos filhos e filhas de Deus.

Portanto, quando Ele fala: “Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem”, Ele está dizendo para os seus transgressores e também para nós, que perdemos muitas vezes a melhor vida, quando cometemos o ato de crucificá-LO, quando não estamos no centro da vontade de Deus.

Por isso Ele afirma como desfecho: “Está consumado”, para alertar-nos que não há vida, não há salvação, em nenhum outro, a não ser em Jesus (cf. Atos 4.12).

Deus os abençoe e uma feliz Páscoa = passagem, da vida de pecado para uma vida livre na presença do Senhor, que é Jesus, o Salvador.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.