IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Palavra Pastoral
Rio, 26/6/2012
 

O Milagre no Nascimento de Joćo Batista

Pr. Edson Cortasio Sardinha


 


Lucas 1.57-80
A liturgia há muito interpreta o nascimento de João Batista como uma preparação para o advento de Jesus. Desde Concílio de Agde, em 506 d.C. o dia do nascimento de João Batista era considerado dia festivo e um feriado e, como o Natal, era celebrado com três cultos: um pela manhã, um ao meio-dia e outro no pôr-do-sol. Seu nascimento é comemorado no dia de 24 de junho, três meses depois da celebração da Anunciação (25 de março) e seis meses antes do Natal (25 de dezembro). Estas datas tem o objetivo litúrgico de interligar as histórias relacionadas ao Mistério de Deus, o Nascimento de Jesus, nosso Senhor.
João Batista é fruto do milagre de Deus. Pela graça foi escolhido para ser o precursor do ministério do Senhor Jesus. Foi o maior dos profetas. Estava no período da lei e viu a graça. Foi um discípulo evangelista que apontava Jesus para as pessoas. Hoje, neste Evangelho lido, veremos a ação de Deus (os milagres) nos primeiros dias de vida de João Batista.

I. O Milagre na Vida de Isabel e Zacarias (57-58)
Zacarias, o sacerdote, e sua esposa Isabel, prima de Maria mãe de Jesus, eram judeus santos e justos, mas não tinham filhos (Lc 1.5-7). Quando Zacarias entrou no Templo para oferecer incenso, teve a visão de um anjo que diz: "Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida; e Isabel, tua mulher, te dará à luz um filho, a quem darás o nome de João. Em ti haverá prazer e alegria, e muitos se regozijarão com o seu nascimento. Pois ele será grande diante do Senhor, não beberá vinho nem bebida forte e será cheio do Espírito Santo, já do ventre materno. E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor, seu Deus. E irá adiante do Senhor no espírito e poder de Elias, para converter o coração dos pais aos filhos, converter os desobedientes à prudência dos justos e habilitar para o Senhor um povo preparado. (Lc 1.13-17). Zacarias não crê e fica mudo (Lc 1.18-20) e Isabel concebe seu filho. João nasceu, segundo a tradição, numa pequena aldeia chamada Aim Karim, a cerca de seis quilômetros lineares de distância a oeste de Jerusalém.
O milagre aconteceu porque estava relacionado a um propósito de Deus. João Batista nasce num caminho previamente preparado por Deus. Sua missão seria "converter muitos dos filhos de Israel ao Senhor". Ir adiante do Senhor no espírito e poder de Elias, para converter o coração dos pais aos filhos, converter os desobedientes à prudência dos justos e habilitar para o Senhor um povo preparado".
Quando aceitamos os propósitos de Deus em nossa vida, os milagres sempre serão frutos desse propósito. O projeto do Senhor não é somente realizar milagres, mas realizar milagres com propósitos. Hoje o propósito de Deus é que sejamos discípulos e discípulas que anunciam o Evangelho da Graça do Senhor. Este é o propósito e este propósito justifica qualquer milagre.

II. O Milagre no nome do Menino (59-64)
O significado hebraico do nome João é "Deus Mostrou Favor" ou "Deus Foi Clemente". Quando João estava para ser circuncidado no oitavo dia de vida, todos queriam dar o nome de Zacarias. Isabel, também por revelação e gratidão desejou dar o nome de João. Quando Zacarias escreve o nome João numa tabuinha sua boca se abre e ele volta a falar louvando a Deus. O nascimento de João causou temor em toda a região montanhosa da Judéia. Viram a Glória de Deus em seu nascimento milagroso. (65-66). João representou a Clemência de Deus para a família de Zacarias. Seria um discípulo debaixo da bondade de Deus para anunciar os desígnios de Deus. Hoje somos discípulos e discípulas de Deus, debaixo da direção do Espírito Santo, para anunciar a Graça do Senhor. Não importa o nosso nome, sempre seremos chamados de discípulos/as quando nos comprometemos com o projeto do Senhor Jesus.

III. O Milagre no Cântico profético de Zacarias (67-79)
O Cântico de Zacarias é conhecido da liturgia com o nome de Benedictus. Porque Zacarias começa bendizendo ao Senhor. O V.67 diz que o Benedictus é uma profecia inspirada pelo Espírito Santo.
O Espírito Santo leva Zacarias a agradecer a Deus pelo milagre na vida de sua família. João Batista significava o cumprimento das profecias com relação ao período da libertação de Israel prometido pelos patriarcas e profetas (68-75).
O Espírito Santo também revela o ministério profético de João. Precederia Jesus e lhe prepararia os caminhos. Daria ao povo o conhecimento da salvação e da redenção dos pecados. Iria anunciar a Luz de Deus, Jesus Cristo. (76-79).
Hoje somos discípulos/as de Jesus para anunciar as boas novas de Salvação e gerar, pela graça, transformação de Deus nas trevas da sociedade. O nosso ministério é levar Cristo para as pessoas e, como João Batista, ser canal de Deus para que a ação do Espírito Santo venha salvar, converter, justificar e transformar homens e mulheres pela Graça.

Conclusão:
O v. 80 diz: "O menino crescia e se fortalecia em espírito. E viveu nos desertos até ao dia em que havia de manifestar-se a Israel". O crescimento e a força de João Batista era em espírito. No momento de Deus se manifestou a Israel. Deus deseja este crescimento para a nossa vida. No momento de Deus precisamos exercer a vocação que Deus nos deu. Nossa vida é do Senhor e precisamos estar atentos para fazer a vontade de Deus exatamente no momento que Ele deseja. Nossa obediência e sensibilidade as coisas do Senhor irão garantir, nossa vida plenamente realizada na quilo que Deus planejou para nossa história. Ele operou milagres na vida de João Batista e de sua família. Hoje nossa vida, em Cristo, deve ser a manifestação do milagre de Deus para as pessoas que nos cercam.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.