IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Palavra Pastoral
Rio, 20/7/2013
 

Marta e Maria

Pr. Edson Cortasio Sardinha


 

Lucas 10.38-42

A Aldeia de Betânia fica a 3 km de distância de Jerusalém. A palavra Betânia significa "casa de Ananias". Outros significados possíveis são "casa ou lugar dos figos verdes" ou, ainda, "casa dos pobres". Neste lugar Jesus gostava de ficar na casa de seus amigos Marta, Maria e Lázaro. Hoje veremos a atitude de Maria aos pés do Senhor, a reação de Marta e a resposta do Senhor. O texto responde a pergunta: O que é mais importante na vida?

I. A Atitude de Maria
Parece que Marta era a mais velha e líder da casa. o v.38 diz que "certa mulher, chamada Marta, hospedou-o na sua casa". Maria aproveita a presença de Jesus: (39) ..."esta quedava-se assentada aos pés do Senhor a ouvir-lhe os ensinamentos". Maria consegue parar e aproveitar o momento para receber do Senhor o que Ele havia levado para Betânia. Nossa vida é agitada e cheias de compromissos. Mas precisamos, como Maria, aprender a separar momentos para quedar ( ficar; deter-se; permanecer; parar, demorar-se) aos pés do Senhor. (Salmo 27.4).

II. A reação de Marta
Foi Marta quem convidou Jesus para estar em sua casa. Como anfitriã, não tem tempo para sentar e ouvir os ensinamentos de Jesus. O esforço de Marta é autêntico e necessário, mas estava fora do momento. Enquanto Jesus desejava falar, (40) " Marta agitava-se de um lado para outro, ocupada em muitos serviços". Ao mesmo tempo que a ansiedade lhe ocupava o coração, parece repreender Jesus e Maria. Ela diz: (40) "Senhor, não te importas de que minha irmã tenha deixado que eu fique a servir sozinha? Ordena-lhe, pois, que venha ajudar-me". Tudo que Marta estava fazendo era importante, mas o momento pedia quietude. Jesus não foi a casa de Marta para almoçar, foi para ministrar a Palavra. A ansiedade para servir o Senhor e seus discípulos foi tão grande que Marta não consegue imaginar sentando aos pés do mestre. Muitas vezes nosso coração está tão ansioso com tantos compromissos que não temos tempo para repousar nossa mente em oração, silêncio e leitura bíblica. O ativismo é início de muitas doenças. Por isso que precisamos lançar sobre o Senhor toda a nossa ansiedade (I Pedro 5.7).

III. A Avaliação do Senhor Jesus
O Senhor vê Maria quieta aos seus pés e escuta a ansiedade de Marta. Diante da angústia de Marta o Senhor Jesus diz: (41) "Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas". Marta estava agitada e angustiada com muitos afazeres. Jesus continua dizendo: (42) "Entretanto, pouco é necessário ou mesmo uma só coisa". Existem coisas que são prioridades para o momento. Ela se preocupava com muita coisa, mas naquele momento era necessário uma só coisa: sentar e ouvir o Senhor. Jesus conclui dizendo: (42) "Maria, pois, escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada". Podemos fazer muitas coisas na vida, mas a boa parte é escutar o Senhor Jesus. Precisamos ter tempo para estar aos pés do Senhor (Mateus 6.33).

Conclusão:
Precisamos olhar para Maria. Ele ficou quieta aos pés do Senhor ouvindo seus ensinamento. Ela escolheu a boa parte. Devemos trabalhar, esforçar, estudar, mas nunca poderemos negligenciar nossa vida devocional. Precisamos ter o propósito de todos os dias separar um momento para ficar em silêncio, ler a Palavra e orar. Esta é a melhor parte. Com este contato diário com Deus, teremos forças para vencer todas as batalhas do dia-a-dia.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.