IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Palavra Pastoral
Rio, 31/8/2013
 

O que se humilha será exaltado

Pr. Edson Cortasio Sardinha


 

Lucas 14.1,7-14

As pessoas dominadas pelos valores do mundo se relacionam por interesse. Em todas as ações, eles perguntam: "O que eu ganho com isso?" O Evangelho de hoje fala da espiritualidade escondida em nossas ações. Minhas atitudes revelam se desejo ser exaltado por Deus ou pelos homens, se busco recompensa em Deus ou recompensa nos homens. Este texto serve como um doloroso autoexame. Quais as reais motivações de minhas atitudes? A quem eu desejo agradar? Que escutemos este Evangelho com um espírito contrito e desejoso de crescer na graça e no conhecimento do Senhor

I. Os valores do mundo
O mundo tem seus valores e conceitos. Infelizmente a busca pelas conquistas individuais tem gerado uma sociedade que exclui os mais fracos. O mundo busca os primeiros lugares, os holofotes e as glórias do materialismo e das cerimônias. O luxo é instrumento dos mais poderosos. Para o mundo ser humilde é sinônimo de fraqueza. Oprimir é um instrumento tolerado pela sociedade de consumo que idolatra o mercado. Jesus observa estes conceitos numa simples cerimônia de refeição. O texto diz que (1) "ao entrar ele num sábado na casa de um dos principais fariseus para comer pão, eis que o estavam observando" e Jesus (7) "Reparando como os convidados escolhiam os primeiros lugares, propôs-lhes uma parábola". Nossos gestos e atitudes demonstram nossa vida interior (I Jo 3.10,14).

II. A Humildade
Jesus repara como os convidados escolhiam os primeiros lugares e propôs uma parábola sobre humildade (7) As pessoas estavam "lutando" pelos primeiros lugares. Era importante estar mais perto do dono da casa ou até mesmo ocupar lugares mais honrosos. Geralmente as pessoas não gostam das coisas humildes e pequenas, principalmente quando a visão é a auto exaltação. Por isso o Senhor diz em parábola: (8) "Quando por alguém fores convidado para um casamento, não procures o primeiro lugar; para não suceder que, havendo um convidado mais digno do que tu, (9) vindo aquele que te convidou e também a ele, te diga: Dá o lugar a este. Então, irás, envergonhado, ocupar o último lugar. A pessoa deseja se exaltar tomando os primeiros lugares e é humilhada. Jesus recomenda: (10) "Pelo contrário, quando fores convidado, vai tomar o último lugar; para que, quando vier o que te convidou, te diga: Amigo, senta-te mais para cima. Ser-te-á isto uma honra diante de todos os mais convivas". A pessoa age com humildade e é exaltada. Jesus não está dando uma norma de etiqueta, mas trazendo uma revelação espiritual. Ele diz: (11) "Pois todo o que se exalta será humilhado; e o que se humilha será exaltado". O caminho para a exaltação é a vida em profunda humildade diante de Deus. Somente através da humildade alcançamos a graça de viver no centro da vontade de Deus ( I Pe 5.6; Tg 4.10).

III. A recompensa que vem de Deus
Quando somos recompensados por Deus? Quando não buscamos a recompensa dos homens. Nossas iniciativas não podem ser para agradar a homens ou para buscar o favor de homens. Todo o nosso relacionamento deve ser visando agradar a Deus. Cuidamos do próximo numa relação de amor a Deus e esperando a graça do Senhor. Esta é a orientação que o Senhor dá ao homem que o convidou: (12) "Quando deres um jantar ou uma ceia, não convides os teus amigos, nem teus irmãos, nem teus parentes, nem vizinhos ricos; para não suceder que eles, por sua vez, te convidem e sejas recompensado". Jesus está simplesmente dizendo: "Não busque recompensa no homem". Não faça o bem pelo interesse da troca humana. A orientação do Senhor é: (13) "ao dares um banquete, convida os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos; (14) e serás bem-aventurado, pelo fato de não terem eles com que recompensar-te; a tua recompensa, porém, tu a receberás na ressurreição dos justos". A ação de solidariedade e amor ao pobre nos faz bem-aventurados, pois seremos recompensados na ressurreição. Esta orientação é muito profunda e espiritual. Não posso exercer misericórdia pensando nos benefícios desta ação aqui na terra. Preciso exercer misericórdia pelo amor a Deus e ao próximo. Toda ação que visa aparecer, se projetar, auto exaltação, impede a ação (recompensa) de Deus. Toda ação que tem sua intenção no coração é recompensada por Deus (Mt 6.4, 6, 18).

Conclusão:
Os valores de Deus não são os valores do mundo. Quem se exalta será humilhado e quem se humilha será exaltado. Quem não busca recompensa humana em suas boas obras alcançará a recompensa divina na ressurreição dos justos. Nossas ações precisam ser dirigidas pelo amor a Deus e ao próximo.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.