IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Reflexões
Rio, 22/3/2014
 

Visão de Deus, Gênesis e a Quaresma

Pr. Edson Cortasio Sardinha


 

Deus trabalha com visões. A visão de Deus está presente em Apocalipse 7.9: “Depois destas coisas, vi, e eis grande multidão que ninguém po-dia enumerar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro, vestidos de vestiduras brancas, com palmas nas mãos". 

A Visão de Deus é a salvação de homens e mulheres de todas as tribos, raças e nações. E para que isso aconteça Deus tem uma visão única para seus discípulos: Mateus 28.19: “Ide por todo o mundo e fazei discípulos”. Observe: Deus tem uma visão. Para cumprir sua visão Ele conta com seus discípulos na tarefa de fazer novos discípulos. Levar novas vidas a ter um encontro com Deus. A Bíblia fala dessa visão em todos os seus 66 livros. Hoje veremos a visão de Deus no livro de Gênesis.

I. A Visão de Deus em Gênesis

Gênesis inicia com a formação do sistema solar, os preparativos da terra para sua habitação, e a criação da vida sobre a terra. Todos os oito atos da criação foram executados em seis dias.

Os dez capítulos seguintes explicam as ori-gens de muitas qualidades misteriosas da vida: a sexualidade humana, o matrimônio, o pecado, a doença, as dores do parto, a morte, a ira de Deus, a inimizade do ser humano contra o próprio ser humano e as dispersão das raças e línguas sobre toda a terra. É um testemunho da fé nas origens.

Iniciando no cap. 12, Gênesis relata o cha-mado de Abraão e a inauguração do concerto de Deus com ele, um concerto glorioso e eterno que foi renovado com Isaque e Jacó. 

Gênesis é impressionante pela forma carac-terística da sua narrativa, realçada pelo relato inspirador de José e pela multiplicação do povo de Deus no Egito. 

Trata-se de uma lição na eleição divina, conforme encontrado por Paulo em Rm 9.

Gênesis conclui com a bênção de Jacó sobre Judá, de cuja tribo viria o Messias: “O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos” (49.10). 

Muitos séculos e muitas lutas seguir-se-ão antes que esta profecia encontre o seu cumprimento em Jesus.

II. Cristo Revelado em Gênesis

O Cristo preexistente, a Palavra viva, estava muito envolvido na criação. “Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez” (Jo 1.3). 

O ministério de Jesus está antecipado em Gn 3.15, sugerindo que a “semente” da mulher que ferirá a cabeça da serpente (satanás) é Jesus Cristo, a “posteridade” de Abraão mencionada por Paulo em Gl 3.16. 

Melquisedeque é o misterioso rei-sacerdote do cap. 14. Uma vez que Jesus é rei e também sumo sacerdote, a carta aos Hebreus faz, de forma apropriada, esta identificação (Hb 6.20).

A grande revelação de Cristo em Gênesis se encontra no estabelecimento do concerto de Deus com Abraão nos caps. 15 e 17. Deus fez promessas gloriosas a Abraão, e Jesus é o maior cumprimento destas promessas, uma verdade que é explicada de forma detalhada por Paulo em Gálatas. 

Boa parte da Bíblia está fundamentada so-bre o concerto abraâmico e o seu desenvolvimento em Jesus Cristo.

A dramática história da prontidão de Abraão em sacrificar a Isaque segundo a ordem de Deus apresenta uma incrível semelhança com o evento crucial do NT. “Toma agora teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas... E oferece-o em holocausto” (22.2), lembra-nos da prontidão de Deus em sacrificar o seu único Filho pelos pecados de todo o mundo. 

Por fim, a bênção de Jacó sobre Judá antecipa a vinda de “Siló”, a ser identificada como o Messias. “ E a Ele se congregarão os povos (49.10).

Jesus é nosso Cordeiro Pascal, nosso rei e redentor. 

Nesta Quaresma estamos caminhando com Jesus para a Páscoa onde todas as promessas de nossa salvação foram cumpridas. Quaresma é tempo de reflexão em nossa salvação. Esta é a Visão de Deus.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.