IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Advento Cristão
Rio, 13/12/2014
 

Gaudete in Domino Semper - III Domingo do Advento

Pr. Edson Cortasio Sardinha


 

Nas celebrações antigas, o culto tinha início com a frase paulina: Alegrai-vos sempre no Senhor (Fp 4.4). No Latim era assim pronunciado: “Gaudete in Domino semper”.

Por este motivo o terceiro domingo do Advento é chamado de Domingo Gaudete, ou seja, Domingo da Alegria.

Este domingo é a celebração da alegria do Messias que virá. A mensagem já começa a nos preparar para a alegria da celebração do Natal, mas permanece a expectativa messiânica pela volta de Cristo.

O Lecionário Comum apresenta as leituras nesta direção: na primeira leitura de Isaías 35.1-6 diz: “Alegrem-se o deserto e o descampado, rejubile e floresça a terra árida, cubra-se de flores como o narciso, exulte com brados de alegria”. É um convite à alegria pelo que o Senhor fará. Em Tiago 5.7-4 fala da alegre esperança do agricultor que espera o fruto de sua terra, e nos exorta a, assim também, termos paciência na espera pelo Senhor. O Evangelho de Mateus 11.2-11 é um testemunho alegre da vinda do Messias dado por João Batista. 

Cada domingo nos direciona para uma celebração específica. 

Observe os temas tratados nos domingos do Advento:

Primeiro Domingo: Muito diferente do menino pobre e indefeso da gruta de Belém, nos aparece Cristo, no primeiro domingo, cheio de glória e esplendor, poder e majestade, rodeado de seus anjos, para julgar os vivos e os mortos e proclamar o seu Reino eterno, após os aconteci-mentos que antecederão esse triunfo: “Haverá sinais no Sol, na Lua e nas estrelas; e, na Terra, angústia entre as nações aterradas com o bramido e a agitação do mar” (Lc 21, 25). “Vigiai, pois, em todo o tempo e orai, a fim de que vos torneis dignos de escapar a todos estes males que hão de acontecer, e de vos apresentar de pé diante do Filho do Homem” (Lc 21, 36). É a recomendação do Salvador.

Segundo Domingo: Como ficar de pé diante do Filho do Homem? A nós cabe corar de vergonha, como diz a Escritura. A liturgia nos convida ao arrependimento e à conversão e nos coloca, no segundo domingo, diante da grandiosa figura de João Batista, cuja mensagem ajuda a ressaltar o caráter de contrição e arrependimento do Advento.

Terceiro Domingo: Com a alegria de quem se sente perdoado, o terceiro domingo se inicia com a seguinte proclamação: “Alegrai-vos sempre no Senhor. De novo eu vos digo: alegrai-vos! O Senhor está perto”. É o domingo Gaudete. Estando já próxima a chegada do Homem-Deus. Este é o penúltimo domingo do Advento, já es-tamos nos preparando para o Natal. Lembra também o penúltimo domingo da quaresma (5º domingo) chamado de Laetare (Domingo da Alegria). Tanto no Advento quanto na Quaresma, neste domingo a cor que prevalece na Igreja é o rosa. Nos demais domingos é o roxo, símbolo de preparação. Este é o domingo da alegre chegada do Messias.  

Quarto Domingo: No quarto domingo anuncia a chegada do verdadeiro Sol de Justiça, para iluminar todos os homens. É o Domingo da Encarnação de Cristo. Anunciamos que Cristo encarnou no mundo para ser o nosso Salvador. Vemos Maria e José recebendo o anúncio do nas-cimento do Senhor. É a preparação final para a santa celebração do Natal. 

A Lição que recebemos deste tempo é que a vida tem desertos de lágrimas e sofrimentos, mas precisa ser rico em esperanças, pela a ação de Deus no mundo. Jesus nasceu! Jesus voltará! “Gaudete in Domino semper”.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.