IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Advento Cristão
Rio, 20/12/2014
 

A encarnação do Verbo de Deus

Pr. Edson Cortasio Sardinha


 

O Quarto Domingo do Advento é um vivo anúncio da encarnação do verbo de Deus.

O livro protestante de oração (Livro de Oração Comum – LOC) tem a seguinte oração para o quarto domingo do Advento:

 “Ó Deus Onipotente, purifica a nossa consciência com tua visitação diária, para que o teu Filho Jesus Cristo, na sua vinda em glória, encontre em nós a morada preparada para Si; o qual vive e reina contigo, na unidade do Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém”.

No Ano B a leitura do Evangelho é Lucas 1.26-38. Nosso foco é a anunciação do anjo a Ma-ria e a encarnação de Deus em seu ventre através da ação do Espírito Santo.

Voltamos a Nazaré e encontramos o mi-lagre de Deus na vida de uma pobre adolescente. Maria diz sim ao Senhor e todos os planos do céu foram cumpridos mediante a graça e a fé.

Celebramos a Encarnação de Deus acei-tando este mistério pela fé.

É justamente na fé que devemos criar nossos filhos e filhas. Muitos pais falham em ganhar seus filhos para Jesus. Conseguem levá-los a uma vida profissional e próspera, contudo, miserável espiritualmente.

O Natal deve ser uma celebração familiar muito além da comida ou encontro da família. Precisa ser uma celebração pedagógica da fé cris-tã.

Nós como metodistas que obedecemos às Regras Gerais estabelecidas por Wesley e presente nos Cânones, temos um natal sem bebida al-coólica e com zelo espiritual pelo culto e adoração a Jesus.

Infelizmente muitos metodistas já perde-ram as raízes e seguem pelo caminho da bebida social, da glutonaria e até mesmo dos diverti-mentos pouco modestos como orienta Wesley.

Precisamos aproveitar este Natal para ce

lebrar a nossa coerência metodista e a Doutrina na Encarnação de Deus. O anjo diz a José que Jesus nasceria com um único objetivo: Salvar o povo dos pecados deles.

Muitas vezes os bons conselhos da solidariedade, paz e justiça podem ofuscar a mensagem do Evangelho que é “salvar o pecador perdido”. Os homens e as mulheres transformados pela graça do Senhor serão semeadores de solidariedade, paz e justiça.

Mudamos o mundo pelo espírito humano. Pessoas salvas transformam o mundo, pois são sal e luz.

Esta quarta vela nos leve a refletir no grande amor de Deus. Ele enviou seu Filho para transformar a nossa vida e deixa o mundo em nossas mãos para que possamos transformá-lo através do testemunho do Natal e Páscoa do Se-nhor, com uma vida santa e coerente de acordo com os valores do Evangelho. 

A Doutrina da Encarnação de Cristo é fundamental para a nossa salvação. Wesley dizia:

 “Eu creio que o Jesus de Nazaré era o Salvador do mundo, o Messias há tempo predito; que, sendo ungido pelo Espírito Santo, era um profeta que nos revelou toda a vontade de Deus; que era um sacerdote que se deu a si mesmo como sacrifício pelo pecado e ainda faz intercessão pelos transgressores; que é um rei que tem todo o poder no céu e na terra e reinará até que tenha subjugado todas as coisas a si mesmo. Creio que Ele é o próprio Filho de Deus, Deus de Deus, verdadeiro Deus de verdadeiro Deus e que é o senhor de tudo, tendo domínio absoluto, supremo e universal sobre todas as coisas, mas de modo mais peculiar, é nosso Senhor; creio nele por conquista, compra e obrigação voluntária. Creio que Ele se fez homem ligando a natureza humana com a divina numa pessoa; que foi concebido pela operação singular do Espírito Santo e que nasceu da bendita virgem Maria” (Cartas: "A um católico romano").

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.