IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Reflexões
Rio, 29/8/2015
 

Provações e Discipulado

Pr. Edson Cortasio Sardinha


 

Tiago escreve sua carta às doze tribos que se encontram na dispersão. Refere-se aos judeus que se tornaram discípulos de Jesus e passaram a ser o verdadeiro Israel de Deus (Gl 6.16; Fp 3.3). O primeiro tema que Tiago aborda aos seus discípulos é a provação. A provação está relacionada diretamente com o discipulado.

I. Benefícios da provação

Tiago recebeu uma revelação do Senhor sobre a provação. Ele diz que as tribulações são benéficas para o discípulo. Observe a fala de Tiago no capítulo 1 de sua epístola:

v.2 – Meus irmãos, tende por motivo de toda a alegria o passardes por várias provações. v. 3 – Sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. v. 4 – Ora a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos, e íntegros, em nada deficientes.

Para o/a discípulo/a, toda provação toca sua fé, que assim é confirmada e produz um crente perfeito, plenamente desenvolvido em Cristo (Leia I Pedro 1.6-9; Rm 5.3-5).

A disposição do discípulo é ficar alegre quando vêm as provas pelo lucro espiritual que irá será proporcionado.

II. Perseverança na Provação

  A palavra perseverança (do grego hupomoné) significa a paciência quando não há mais o que fazer. Significa a constância sob uma provação prolongada. (Leia II Ts. 3.5).  Perseverar significa continuar pacientemente. Permanecer firme mesmo diante de uma provação prolongada.

 

III. Alegria na Provação

Se, diante da prova prolongada, eu permaneço firme na fé, serei perfeito (no sentido de maduro) e íntegro (no sentido de completo).

A recomendação de Tiago é: que as provas sejam motivos de alegria. Fique feliz. Não se desvie. Não volte ao vício. Não volte ao pecado. Transforme sua provação em motivo de alegria pelo fato da provação causar em você maturidade e experiência.

Provação: é uma luta que o discípulo passa para provar sua fé e conversão, e conduzi-lo a maturidade.

Tentação: é uma cilada do diabo para nos levar ao pecado.

Observe que durante um período de provação, podemos ser tentados a desistir da fé e voltar às práticas que desagradam a Deus.

Entenda os sofrimentos e as provações segundo a vontade de Deus. John Wesley escreveu:

O desenvolvimento de nossa fé é, pois, um objetivo gracioso de Deus ao permitir que sejamos tentados de muitos modos. Elas servem, também, para provar, purificar, e confirmar e desenvolver aquela esperança viva para a qual "o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo nos gerou de novo da sua misericórdia abundante". A nossa esperança se desenvolve na mesma proporção da nossa fé. Ela se firma neste fundamento: crendo em seu nome, vivendo pela fé no Filho de Deus, temos esperança confiante na glória que será revelada. O Apóstolo exorta os crentes neste sentido: "Regozijai-vos por serdes participantes dos sofrimentos de Cristo". Por esta mesma razão "sois felizes, porque o Espírito de glória e de Deus está sobre vós", e, por este meio, sois capacitados a "regozijardes com alegria indizível e cheia de glória", até mesmo no meio dos sofrimentos. (Sermão: "Aflição através de muitas tentações").

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.