IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Advento Cristão
Rio, 10/12/2016
 

3º Domingo do Advento -- Alegria: Jesus é o Messias -- Mateus 11.2-11

Pr. Edson Cortasio Sardinha


 

O terceiro Domingo do Advento é chamado de “Domenica Gaudete”, (domingo da alegria) porque a primeira palavra da antífona diz: “Alegrai-vos sempre no Senhor, outra vez vos digo, alegrai-vos” (Fp 4.4). 

Alegrai-vos porque Jesus é o Messias prometido.

Todo o Antigo Testamento aponta para o Messias que iria nascer. Este Messias traria paz, justiça e santidade. Seria o grande profeta, maior do que Moisés (Dt 18.18). Seria o grande Sacerdote, maior do que Samuel (Hb 4.14). Seria o grande Rei, maior do que Davi (Is 9.7). Reinaria com justiça e seu reinado não teria fim.

Os profetas do Antigo Testamento falam deste tempo quando o Messias chegaria (Is 35.1-10). Esta é a esperança de todos os profetas, inclusive de João Batista. 

O Natal é esta grande data que celebra a chegada do Messias de Israel. Esta é a boa  nova para todos os povos (Lc 2.10). Jesus verdadeiramente é o Messias. 

No Cântico de Maria (magnificat) estão as obras que o Messias iria realizar (Lc 1.46-55). 

Ele veio para implantar um reino de amor, justiça e paz na vida de todos os que o aceitam como Senhor e Salvador.  

O Evangelho de hoje fala da dúvida de João Batista e de sua alegria em confirmar que Jesus realmente é o Messias prometido. 

I. A dúvida de João

João se alegrou quando viu Jesus pela primeira vez. Ele viu o Messias. O Cordeiro de Deus que tiraria o pecado do mundo (Jo 1.29). 

Deus havia revelado para João que Jesus era o Messias. Esta confirmação ocorreu no Batismo de Jesus. O Pai fala que ele é o seu Filho amado em quem se compraz. O Espírito Santo vem sobre Jesus em forma corpórea de pomba (Mt 3.16-17). Foram sinais que manifestaram (epifania) que Jesus de fato era o Messias.  

Mas tarde João é preso por Herodes e na prisão entra em dúvida e manda seus discípulos perguntar a Jesus (3): "És tu aquele que estava para vir ou havemos de esperar outro?"

Após batizar o Senhor Jesus, ele foi preso. Não teve mais contato com o Senhor. Seus discípulos foram dispersos e alguns seguiram Jesus. 

Provavelmente alguns discípulos trouxeram dúvidas e questionamentos a João sobre o ministério de Jesus. 

Como Messias, ele ainda não estava "com a sua pá na mão para limpar a sua eira separando o trigo e queimando a palha" (Mt 3.12), ou seja, ainda não estava exercendo o julgamento sobre os pecadores como João havia profetizado. A dúvida do profeta é um alerta de que nós também poderemos caminhar na dúvida e na incredulidade. Precisamos vigiar para receber Jesus como Senhor e Salvador e não deixar que a dúvida encontre lugar em nosso coração (Tg 1.6).

II. Jesus é o Messias

A resposta de Jesus deixa claro que, antes do juízo, o ministério do Messias seria de pregar a graça da Salvação.

Antes de estabelecer o dia da vingança do Senhor, ele precisaria libertar os cativos conforme Is 61.1,2.

Jesus responde (4, 5): "Ide e anunciai a João o que estais ouvindo e vendo: os cegos veem, os coxos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados, e aos pobres está sendo pregado o evangelho".

Jesus realmente é o Messias. Foi uma palavra de consolo para João que iria morrer naqueles dias. Morreria na alegria de ter esta confirmação: Deus visitou, em Jesus, o seu povo (Lc 1.68).

Para os discípulos o Senhor deixa uma advertência (6): "bem-aventurado é aquele que não achar em mim motivo de tropeço"

Jesus é o Messias. Veio realizar os sinais de Deus em nossa vida. Hoje Ele transforma corações e é o nosso Senhor e Salvador. Os sinais de seu messianismo estão na ação transformadora que opera na vida de todo aquele que crê. 

III. João, o Profeta do Messias

Jesus não vê a dúvida de João como falta de fé ou de caráter. João estava apenas necessitando de mais uma confirmação.  

Com esta pergunta ele poderia ser difamado, mas Jesus usa da oportunidade para elogiar seu ministério. 

As pessoas não saíram para ver em João um homem qualquer, mas um profeta. Jesus diz (9): "Sim, eu vos digo, e muito mais que profeta".

João era muito mais do que um profeta porque conseguiu ver o que todos os profetas desejaram ver. 

Sua missão foi preparar o caminho do Messias. O Senhor Jesus diz (10): "Este é de quem está escrito: Eis aí eu envio diante da tua face o meu mensageiro, o qual preparará o teu caminho diante de ti".

João é considerado pelo Senhor Jesus a maior pessoa nascida de mulher (11): "Em verdade vos digo: entre os nascidos de mulher, ninguém apareceu maior do que João Batista". 

Foi fiel e servo. Viveu unicamente para receber o Messias e preparar seu caminho. Depois do seu ministério cumprido foi morto por Herodes. Havia terminado seu santo ofício de ser o precursor.

João foi grande, mas Jesus diz (11): "o menor no reino dos céus é maior do que ele". Reino do céu significa a nova dispensação da graça. João ainda vivia na dispensação da Lei. Jesus inaugurou uma nova dispensação onde somos salvos e santificados pela graça. Quem está na graça é maior do que João Batista que foi o último dos profetas da antiga aliança.

Esta é a alegria do Natal. Jesus nasceu para ser a nossa eterna aliança. A graça de Deus precisa ser anunciada a todos.

 

Conclusão:

O terceiro domingo do Advento é o domingo da Alegria (gaudete). Jesus é o Messias. O Natal está chegando para celebrarmos o nascimento do Messias de Israel. 

Hoje aprendemos que a qualquer momento, se não vigiarmos, a dúvida pode entrar em nosso coração, assim como entrou na vida de João. 

Também aprendemos que Jesus é o Messias. Veio realizar os sinais de Deus em nossa vida. Hoje Ele transforma corações e é o nosso Senhor e Salvador. Ele continua realizando seus sinais na vida daquele que crê. 

Aprendemos ainda que a nossa grande alegria é viver na graça do Senhor. O menor  no reino dos céus é maior do que João, pois vive o grande projeto de Deus que é a graça do Senhor em nosso espírito humano. Pela graça somos santos e santas do Senhor e temos a vida eterna. Esta é a nova aliança no Sangue de Jesus.

O Natal se aproxima e estamos preparados para celebrar o nascimento do Senhor Jesus: O Messias, nossa eterna alegria. Gaudete!

Oração: Senhor Jesus Cristo que, na tua primeira vinda, enviaste o precursor para preparar o teu caminho, concede à tua Igreja a graça e o poder para converter muitos ao caminho da justiça, a fim de que, na tua segunda vinda em glória, encontres um povo agradável aos teus olhos, ó Tu, que vives e reinas com o Pai e o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.