IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902


Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Reflexões
Rio, 4/2/2017
 

Bem-Aventurados os Perseguidos!

Pr. Edson Cortasio Sardinha


 

Evangelho de Domingo – Ano A – Período Litúrgico: 4º Domingo Comum

Mateus 5.1-12

 

O Evangelho de hoje volta a nos ensinar sobre o Sermão do Monte e as Bem-aventuranças. Iremos ler este Sermão do Senhor a partir da Perseguição que vem sobre os/as discípulos/as. 

Neste texto Deus nos revela como deve ser nossa atitude diante das perseguições e quais são as recompensas daqueles/as que sofrem por colocar Jesus em primeiro lugar. 

I. A perseguição

O discípulo e a discípula de Cristo são chamados para serem perseguidos. 

Nosso projeto não é igual ao projeto do mundo. Divergimos dos valores da sociedade e nos limitamos a viver a Vontade de Deus. Isso gera perseguição.

Estas perseguições podem ser dentro da escola, da família, do trabalho e até mesmo dentro da igreja. Verdadeiros/as discípulos/as sempre serão perseguidos/as.

As Bem-aventuranças foram escritas num contexto de perseguição. Jesus sabia que os discípulos iriam pagar com a própria vida. Seguir Jesus significa chorar e ter fome e sede de justiça. 

Muitos cristãos perderam tudo e foram injustiçados pelo simples fato de seguir fielmente o Senhor Jesus (Atos 8.1).

Verdadeiros discípulos pagam o preço por serem humildes de espírito, mansos, misericordiosos, limpos de coração, pacificadores e justos.

II. A atitude dos perseguidos

Na perseguição os/as discípulos/as não devem esmorecer. Pelo contrário precisam (12) "regozijar e exultar".

A atitude precisa ser de pessoas bem-aventuradas. Somos felizes em Cristo, mesmo debaixo de grandes perseguições.

É normal a revolta, a agressividade e até mesmo o desânimo. Mas precisamos viver o Evangelho e desenvolver em meio as dores da perseguição, a alegria de Deus. 

O Senhor está no controle de tudo. Ele é a nossa justiça. Nossa alegria está Nele. 

Mesmo diante de todas as afrontas na família, na escola, no trabalho ou até mesmo na igreja, precisamos manter a alegria de Deus. A Alegria do Senhor é a nossa força (Ne 8.10). 

Podemos orar e dizer: "Senhor! Eu não te entendo, mas confio em ti" (Basileia Schlink).

III.  A Recompensa dos perseguidos

Nenhuma perseguição foge do controle de Deus. Existe uma recompensa para os perseguidos. Todo aquele que escolhe o caminho do discipulado do Senhor Jesus é perseguido, mas recebe a recompensa eterna.

A perseguição não é gratuita e nem sem recompensa. Quando optamos em fazer a vontade de Deus e viver em obediência ao projeto Dele, recebemos sua graças e somos chamados de Bem-aventurados. 

Receberemos o reino dos céus, seremos consolados, herdaremos a terra, teremos farturas, alcançaremos misericórdia, veremos a Deus, seremos chamados de filhos e filhas de Deus e será grande o nosso galardão nos céus. 

As pessoas perseguidas são consideradas seguidoras do exemplo dos profetas.

Nossos olhos precisam estar voltados para Deus e para sua Palavra. 

Quando seguimos o Senhor Jesus o mundo perde o valor (I Jo 2.15).

Somos convidados a guardar tesouros no céu e viver a justiça, a paz e a caridade de Deus em um mundo de caos e destruição.

Conclusão:

O Evangelho de hoje nos ensinou que os verdadeiros discípulos pagam o preço por viverem os valores da Palavra de Deus. 

Diante dos sacrifícios e afrontas das perseguições, precisamos manter a Alegria de Deus. A Alegria do Senhor é a nossa força. 

O Evangelho nos convidou a esperar a recompensa celeste de um novo Céu e uma nova Terra, e desde já sinalizar e viver a justiça, a paz e a caridade de Deus fazendo discípulos e discípulas para o Senhor Jesus. Nenhuma perseguição pode impedir nosso crescimento espiritual. 

Em Cristo somos mais do que vencedores.

Oração final:

Concede-nos a graça, ó Senhor, para responder prontamente ao chamado de nosso Senhor Jesus Cristo e proclamar a todos os povos as Boas Novas da sua salvação, para que nós e o mundo todo contemplemos a glória das suas maravilhosas obras; o qual vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém. 

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.