IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902


Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Reflexões
Rio, 27/5/2018
 

O corpo de Cristo

Pr. Luiz Daniel Nascimento


 

Gosto muito da referência bíblica da Igreja como corpo de Cristo. Creio que tal referência está perfeitamente ligada a missão que o Senhor Jesus nos deu de irmos por todo o mundo pregando o evangelho a toda criatura (Marcos 16.15). A ordem de evangelização (que chamamos de “o ide de Jesus”) deve acontecer em harmonia com o seu corpo, que é a Igreja.

A Bíblia de Estudo Almeida comenta que o corpo humano, como figura de uma entidade social, era imagem comum nos autores da época. Em outras passagens, como Efésios1.22-23; 4.15; Colossenses 1.18, essa imagem se refere à Igreja, o corpo do qual Cristo é a cabeça.

A Igreja Metodista em sua ênfase nos dons e ministérios, busca a fidelidade bíblica: porque assim como num só corpo temos muitos membros, mas nem todos os membros têm a mesma função, assim também nós, conquanto muitos, somos um só corpo em Cristo e membros uns dos outros (Romanos 12.4-5).

Há uma ilustração com o título de trabalho em equipe publicada no Site do Pastor que enfatiza a importância de desempenharmos bem a nossa parte para um objetivo comum. Diz o seguinte:

“Um sábio tinha três filhos jovens, inteligentes e ávidos por sabedoria. Certa vez, quando os três rapazes estavam discutindo sobre quais seriam os principais obstáculos ao sucesso de um trabalho coletivo, seu pai os chamou e confiou-lhes uma importante tarefa, levar ao príncipe governante três presentes. O primeiro levaria um vaso muito precioso. O segundo levaria uma corça rara. O terceiro levaria um bolo primoroso, receita da família. O trio recebeu a missão com entusiasmo, mas, no meio do caminho, começaram a discutir. O que levava o vaso não concordava com a maneira como o irmão puxava a corça delicada; o responsável pelo animal dava instruções ao carregador do bolo, a fim de que não tropeçasse; este, por sua vez, repreendia o portador do vaso valioso, com medo que ele o deixasse cair. Em dado momento, o que conduzia a corça estendeu a sua mão a fim de consertar a posição do vaso, que, premido pelas inquietações de ambos, escorregou de súbito, espatifando-se no chão. Com o choque, a corça fugiu espantada. O carregador do bolo, ao tentar deter o animal, deixou o bolo cair. Desapontados e irritados, os três rapazes voltam à presença do pai, apresentando cada qual a sua queixa, culpando uns aos outros pelo desastre. O sábio, porém, sorriu e disse-lhes:

– “Aproveitem este incidente e aprendam: O sucesso de um trabalho em equipe depende de muitas coisas:

a) que não se perca o senso coletivo;

b) que um não invada a área do outro, se não lhe for solicitado; 

c) que cada um faça a sua parte do melhor jeito possível;

d) que cada um valorize, respeite e considere o trabalho do outro.”

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.