IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902


Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Reflexões
Rio, 17/6/2018
 

Família Perdoada

Pr. Luiz Daniel Nascimento


 

O mês de maio com ênfase no mês da família foi muito bem comemorado este ano em nossa igreja. Coube-me pregar sobre o tema família bendita, o qual desenvolvi enfatizando que uma família só pode ser bendita se aprender a confiar inteiramente na Graça de Deus, permitindo-se perdoar mutuamente. Inspirei-me no livro Estabelecendo Alicerces, de David Merkh e Carol S. Merkh – São Paulo: Hagnos 2003. (Série construindo um lar cristão).

No capítulo Uma Família Perfeita? é relatada a seguinte experiência: “sonhamos em ter uma família perfeita.  Não demorou muito (foi na nossa lua de mel) para descobrirmos que não seríamos essa família. Agora que somos oito – pai, mãe e seis filhos – nossa convicção particular se tornou pública. Aprendemos uma coisa: nossa família NÃO é perfeita! Apesar dos sonhos encantados de muitos noivos, a família perfeita não existe e nunca existiu.”

O texto enfatiza que o reconhecimento desta realidade não deve nos fazer desistir da família, mas entender que talvez não sendo possível ser uma família perfeita, podemos ser uma família que sabe perdoar. Que o perdão é chave para termos uma família feliz e, sem ele, ressentimentos e ira ficam submersos debaixo da superfície do lar, e assim como o iceberg que fez o Titanic naufragar, mais cedo ou mais tarde, essas mágoas farão a família naufragar.

A consciência do “dom gratuito” do perdão que foi recebido por meio de Cristo, dá condições para viver em família como perdoado e perdoador: “Sede uns para com outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros como também Deus, em Cristo vos perdoou” (Efésios 4.32).

Finalmente o texto nos adverte que a compreensão acima também não significa que a nossa família ficará perfeita. Perfeita não! Perdoada, sim. Conclui que quem nunca sondou a sujeira do seu próprio coração; quem nunca se viu como miserável pecador; quem nunca experimentou o perdão total em Jesus Cristo, não será capaz de perdoar aos outros. Será um juiz intolerante, implacável, arrogante e orgulhoso. Mas aquele que vive como perdoado será capaz de estender, pelo Espírito de Deus, perdão aos que convivem com ele. 

Que a maravilhosa graça de Deus, a soma das bênçãos recebidas por meio de Cristo sem que merecêssemos, por isto, favor imerecido, nos leve a viver melhor em nossa família, espalhando esse perdão. Conscientes de que todos nós estamos carentes da graça de Deus (Romanos 3.23), deixemos nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo edificar lares sadios, ainda que imperfeitos.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.