IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902


Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Reflexões
Rio, 20/10/2018
 

“Vem e Segue-me” (Marcos 10: 17-30)

Pr. Edmar Leonardo da Silva


 

No texto de hoje, Jesus dá a seus discípulos ensinamentos sobre dinheiro e riquezas. Neste texto, Jesus surpreendeu seus discípulos, cujos valores e práticas religiosas foram moldados pelo Antigo Testamento.

Nesta seção do evangelho, Jesus deixou as cenas familiares de estar na Galiléia e agora estava a 180 km, ao sul de Jerusalém. Nesta localidade ele se encontra com um jovem rico que interage com ele. Este homem demonstra um entusiasmo por Jesus, correndo até ele e caindo de joelhos diante dele e o lisonjeia: “Bom Mestre” Esta é a única vez nos evangelhos onde Jesus foi tratado como “Bom Mestre”. Na sequência ele pergunta: “O que devo fazer para herdar a vida eterna?”  Jesus disse: "Por que você me chama de bom? Ninguém é bom, mas só Deus”. Jesus estava dizendo ao jovem: “Não me lisonjeie”, pois só Deus é bom”. 

Jesus continua o diálogo com o jovem: “Sabes os mandamentos?”. O jovem declara que ele obedece à lei judaica e vive uma vida respeitável, honrada e honesta desde cedo. Jesus olhou para o jovem e amou-o. Jesus teve uma atitude simpática para com o homem. Os outros dois evangelhos paralelos não relatam esse pequeno comentário significativo. Com carinho e brandura Jesus lhe diz: “Só uma coisa te falta!”. Sabemos que a pessoa que nos ama, é capaz de falar a verdade para nós. Jesus amou o jovem para que também pudesse falar a verdade para ele: “Vende tudo o que tens, dá aos pobres e terás um tesouro no céu”.  O texto nos diz que ele ficou muito triste com as palavras de Jesus. É importante que entendamos essa passagem não literalmente. Ela faz parte da hipérbole aramaica, exagero, a fim de fazer um esclarecimento.  Jesus estava testando o jovem rico para ver se ele, pessoalmente e especificamente, amava a Deus e ao seu próximo mais do que ao dinheiro.  Nos lembra do ensinamento de Jesus quando ele disse: “Onde está o seu tesouro, estará o seu coração.” 

Jesus finaliza a conversa convidando o jovem ao discipulado: “Vem e segue-me”. Contudo, ele foi embora triste. Jesus aproveita a ocasião para ensinar a seus discípulos que Deus quer salvar a todos, sejam pobres ou ricos. Afirma que o apego às riquezas tem sido um empecilho para a salvação de muitos. Os discípulos ficaram perplexos com as palavras de Jesus e perguntaram: “Então quem pode ser salvo?” Diante da angustia dos discípulos Jesus afirma que “para Deus tudo é possível”. Eles continuam com as perguntas: “E nós que deixamos tudo para seguir-te?” Jesus lhes afirma que serão abençoados no presente e serão abençoados com a vida eterna no porvir. Lembrando que ele disse que estaria conosco até a consumação dos séculos. 

Jesus continua hoje, chamando pessoas para serem seus discípulos. Que possamos continuar aos pés do Mestre aprendendo com Ele para a vida agora, para que possamos viver com Ele por toda a eternidade.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.