IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Reflexões
Rio, 12/4/2020
 

Páscoa: Ressurreição do Senhor (Jo 20: 1-9)

Pr. Edmar Leonardo da Silva


 

Hoje é o domingo de Páscoa! O encontro com o Senhor Jesus ressurreto. Jesus não desceu da cruz como os seus inimigos o tinham provocado, mas realizou o prodígio muito maior: saiu vivo e glorioso do sepulcro três dias  depois da sua morte, mostrando assim que a última Palavra é sempre a de Deus, que é fiel à sua aliança, e Senhor da vida.

A partir da ressurreição do Senhor Jesus, o primeiro dia da semana, o domingo, passa a ser o ambiente onde Jesus Cristo se manifestará como o Senhor da vida. Por isso, o domingo, para os cristãos, será sempre o dia do Senhor.

Maria Madalena, motivada pelo amor a Cristo, rompe com o medo da escuridão e vai à busca do Senhor (v. 1). A partir dessa iniciativa, Maria Madalena fará a experiência fundamental da sua vida: não será num sepulcro vazio que ela encontrará Jesus, Ele ressuscitou. Ninguém consegue compreender tal grandeza sozinho.

Maria Madalena vai até Simão Pedro e o outro discípulo para partilhar a sua alegre descoberta. O anúncio sobre o túmulo vazio feito por Madalena colaborará para que a Igreja se ponha a caminho e vá à busca do Cristo ressurreto. Assim devemos compreender a atitude de Pedro e do outro discípulo ao ouvir a notícia.

A caminhada de cada um na Igreja se dará sempre respeitando a agilidade de cada um. O outro discípulo, que foi com Pedro, correu mais rápido e chegou primeiro, tamanha a sua expectativa, mas todos precisam constatar que Jesus não se encontra num túmulo vazio e sim, na igreja e no mundo, vivo, vencedor e presente.

Deus, em Jesus Cristo, sempre mostrará para todos que se colocarem em caminhada, os sinais da sua vitória - panos, linhos, o lenço, etc. (v. 5), garantindo assim, a esperança de que a Vida vence a morte.

O nosso amor a Jesus Cristo nos leva ao ponto de vencermos os nossos medos e partirmos em busca do Cristo ressurreto, ainda que tenhamos que enfrentar as escuridões que o dia-dia nos proporciona.

Não podemos reter em nós mesmos as nossas experiências vividas, mas somos chamados a colaborar com a caminhada da Igreja, compartilhando as nossas experiências com o Cristo ressurreto.

Vamos ver alguns sinais e desafios do Cristo ressurreto apresentados na leitura do Evangelho:

1- O Senhor Jesus Cristo nos revela a Sua soberania sobre o pecado e a morte. Através da ressurreição podemos crer que Deus terá sempre a última palavra.

2- Como Maria Madalena, Pedro e o outro discípulo, devemos sempre estar em busca de Cristo e dispostos a anunciar a Sua ressurreição.

3- Que estejamos sempre confiantes e dispostos a anunciar a Sua ressurreição para o mundo, sobretudo àqueles que se encontram desanimados e, aparentemente, derrotados pelos túmulos que a vida os impõe.

Que possamos experimentar a experiência da ressurreição de Jesus Cristo, e que possamos crer na vitória da vida, conquistada por Ele, sobre a morte.

Que ao longo desta semana estejamos a orar pelas pessoas e famílias vitimadas por essa calamidade na saúde pública, com enfermidades e luto.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.