IGREJA METODISTA EM VILA ISABEL
Fundada em 15 de Junho de 1902

Boulevard Vinte e Oito de Setembro, 400
Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20551–031     Tel.: 2576–7832


Igreja da Vila

Aniversariantes

Metodismo

Missão

Artigos e Publicações

Galeria de Fotos

Links


Família
Rio, 21/4/2007
 

A Família como canal e fonte de bênçãos de Deus (David Semeands)

ZZ Outros Colaboradores ZZ


 

A FAMÍLIA COMO CANAL FONTE DE BÊNÇÃOS DE DEUS
(Material extraido e adaptado do livro O poder curador da Graça, de David Semeands, Editora Vida)

Os 4 conceitos básicos da vida brotam dos relacionamentos interpessoais que experimentamos. Mais precisamente do relacionamento familiar:

a) Autoconhecimento - A família é a principal fonte de como vemos a nós mesmos. A sua auto-estima dependerá grandemente do valor ou da falta de valor refletido nos comportamentos das pessoas que lhes são mais significativas. Serão com os olhos dessas pessoas que ela verá a si mesma o resto de sua vida.

b) O Conceito de Deus - A família é onde adquirimos as primeiras "sensações" e noções de Deus. Essa primeira impressão é que nos marca para sempre. Muitas vezes as crianças confundem Deus com os próprios pais. Poderíamos dizer, vêem como Deus é através da vida dos pais.

c) O conceito sobre as outras pessoas - A família é como uma janela através da qual olhamos para os outros e aprendemos a amá-los ou não. Ela influi no modo como vemos os outros e como pensamos que os outros nos vêem. Aquilo que nós achamos que os outros acham de nós tem muito a ver com o modo como esperamos que os outros se relacionem conosco.

d) O conceito da realidade e padrão de vida - A família é a porta para o mundo e a porta por onde o mundo chega até nós. É na vivência familiar que temos formada a concepção do lar, da vida, de valores, da própria realidade e como as coisas são e se relacionam.

OBS: A crueldade e os maus tratos certamente distorcem conceitos corretos, mas assim o faz também o afeto sem disciplina e o amor sem parâmetros/limites.

Muitos dos problemas que temos hoje está ligado a esta nossa formação. Experiências e relacionamentos em nossa infância e adolescência sobretudo, marcam muito nossos medos e traumas, nosso padrão de vida, cristão ou não. Neste caso, só a graça de Deus nos liberta das marcas ruins do passado e nos permite "nascer de novo".
Quando acolhemos o Senhorio da presença e da Graça de Deus em nossa vida, Deus nos toma pela mão e nos salva. Nos salva escrevendo nosso nome no Livro da Vida Eterna (para plenitude do Seu Reino) e nos salva nesta vida, hoje, aqui e agora pela sua Graça.

Esta é a graça que cura: para as emoções danificadas no passado.
É a graça que reconstrói: para relacionamentos interpessoais destrutivos.
É a graça que reprograma: para padrões de personalidade distorcidos.
É a graça que recicla: para a transformação de mutilados (física ou espiritualmente) em testemunhas vivas do amor de Deus.

Voltar


 

Copyright 2006® todos os direitos reservados.