Panorâmica
Atualizado em 8/12/2010 00:08:04.

Professor é assassinato no Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, em Belo Horizonte
Kassio Vinicius Castro Gomes, professor de educação de física já havia dito a outras pessoas que estava preocupado com sua integridade física.

RODRIGO VIZEU
DE BELO HORIZONTE

O Instituto Metodista Izabela Hendrix, em Belo Horizonte (MG), divulgou nota na noite desta terça-feira lamentando o assassinato do professor Kassio Vinicius Castro Gomes, 39, professor de educação de física. A Polícia Civil de Minas já identificou o suspeito, um aluno de 23 anos que cursa o 5º período do curso.

O crime ocorreu no bairro de Lourdes, próximo à praça da Liberdade, região nobre da cidade. Segundo a polícia, o estudante esfaqueou o professor no peito no corredor da faculdade e fugiu de moto. A faca, que estava em sua mochila, foi deixada próxima ao corpo.

"Estamos certos de que esse foi um episódio isolado, sendo uma instituição confessional e centenária, onde o ambiente sempre foi marcado pela harmonia, a paz e a fraternidade. Por uma questão de filosofia educacional, a instituição mantém livre o acesso aos espaços universitários. Conta com uma equipe com 52 vigilantes e 53 câmeras de circuito interno de TV, com vistas a oferecer segurança aos seus alunos, professores e demais funcionários", afirma a nota.

De acordo com o delegado Wagner Pinto, as imagens da agressão já estão com a polícia. O aluno foi identificado e está sendo procurado. De acordo com o delegado, o jovem estava descontente com uma nota baixa, e o professor já havia dito a outras pessoas que estava preocupado com sua integridade física.

Estudantes ouvidos pela reportagem afirmam que o aluno estava na faculdade há cerca de um ano, mas não conversava muito. Uma aluna disse que ele "sempre foi um aluno-problema" e que foi expulso de outra faculdade após agredir um professor. O estudante não tem antecedentes criminais, segundo o delegado.

"A instituição se mobilizou imediatamente, inclusive com sua Pastoral Universitária, para apoiar família, amigos e a comunidade acadêmica. Informa também que está colaborando com as autoridades policiais nas investigações sobre o ocorrido" afirmou o centro universitário.

No mesmo prédio do instituto funciona o Colégio Izabela Hendrix. A presidente eleita Dilma Rousseff estudou no local quando criança.